Fisioterapia de RPG: O que é? Dói? Como é a sessão?

0

Hoje falaremos de uma das técnicas de correção de postura mais famosas do mundo: a fisioterapia de RPG. Saiba quais são os benefícios, como funciona uma sessão de RPG, quanto tempo dura e muito mais.

fisioterapia de RPG

O que é fisioterapia de RPG?

Fisioterapia de RPG é uma técnica destinada à correção progressiva de variados problemas de postura. Os exercícios e alongamentos envolvidos são focados no relaxamento e alongamento dos tecidos musculares relacionados à postura do paciente, e para cada problema há um combo diferente de tratamento. A sigla RPG significa Reeducação Postural Global.

Para que serve RPG?

Além da correção de problemas posturais, o RPG também serve para prevenir novas lesões e alterações. Os exercícios feitos fortalecem o tônus muscular da região, eliminando tensões, alívio de dores, dentre outros sintomas físicos causados pela má postura.


E quando fala-se em postura, não é somente com relação a quem se senta mal numa cadeira ou anda curvado, por exemplo, como também para quem tem doenças musculares ou atrofias corporais e a postura foi afetada.

As técnicas de fisioterapia de RPG também servem para o alívio de outras correções, além da postura, como tratamento de pés planos, joelho valgo, artrite, artrose, tendinite, doenças respiratórias como asma ou bronquite, problemas circulatórios, digestivos ou ainda problemas emocionais que refletem em tensões físicas pelo corpo.

Benefícios de fazer RPG

  1. Alívio de tensões e dores musculares;
  2. Melhora da mobilidade e amplitude de movimentos do corpo, pois há certos tipos de tensões que impedem movimentos;
  3. Melhora da flexibilidade corporal;
  4. Aumento da consciência corporal;
  5. Trata não apenas o local da dor, como toda a região muscular que influencia na dor em determinada área;
  6. Ajuda em tratamentos para eliminar a dor do nervo ciático;
  7. Corrige posturas tortas e curvadas;
  8. Melhora a respiração por meio do alongamento dos músculos respiratórios;
  9. São exercícios que levam em conta as necessidades de cada um, ou seja, são personalizados a partir de técnicas fisioterapêuticas;
  10. Sessões duradouras de alongamento que proporcionam muito alívio desde a primeira.

Como é a sessão de fisioterapia de RPG?

Durante a fisioterapia de RPG, o fisioterapeuta guia o paciente a ficar em determinadas posições que influenciam na postura global.

As principais são: rã no chão com braços abertos, rã no chão com braços fechados, rã no ar com braços abertos, rã no ar com braços fechados, em pé contra a parede, em pé no centro, sentado com inclinação anterior e em pé com inclinação anterior.

A cada posição, a pessoa deve se esforçar para se manter na posição sem sair, com o abdômen contraído e costas coladas na maca. O profissional também pode fazer estímulos físicos, forçando a pessoa a se manter na posição sem perder a força.

Quanto tempo dura uma sessão de RPG?

Depende do objetivo da sessão e quantidade de regiões a serem tratadas. No geral, o paciente fica de 12 a 20 minutos em determinados tipos de posturas diferentes, totalizando em média 1h a 1h30 de sessão; geralmente, é feita de uma a três vezes por semana.

Esse tempo da sessão ou número de vezes por semana pode diminuir ou aumentar de acordo com as necessidades médicas indicadas e trabalho do fisioterapeuta. Problemas de escoliose e hipercifose podem ser corrigidos com aproximadamente 8 a 10 sessões, por exemplo.

Fazer RPG dói?

Pode ser bastante incômodo ficar em posições atípicas e que forcem a região tensa ou dolorida, então muitas pessoas relatam dores sim durante a sessão. Mas são dores pelo esforço e pelo alongamento do músculo, e se feitas com a supervisão de um fisioterapeuta experiente, são vistas como dores normais do processo

Além das dores do esforço no momento, também é normal que após as primeiras sessões de RPG o corpo fique dolorido, também consequência do alto esforço muscular envolvido. Mas com o passar das sessões, os músculos são se alongando e se adaptando aos movimentos, e as dores diminuem progressivamente.

A maioria dos relatos que comparam a primeira com a última sessão de paciente mostram pessoas que foram de dores de nível 100 a nível 0. Vale a pena aguentar até o fim do tratamento!

Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here