Espinhas: Quais as causas e como eliminar em cada região!

0
6

Espinhas podem incomodar não só esteticamente, como também trazendo sintomas dolorosos na pele quando inflamam.


Apesar de serem mais comuns na adolescência, qualquer pessoa pode ter espinhas ao longo da vida, que podem surgir por diversos fatores, endógenos e externos.

Felizmente, atualmente temos vários tipos de tratamentos e medicamentos para tratar o problema, como também podemos evitar que elas ocorram. Saiba mais no texto a seguir!

espinhas

Quais as causas das espinhas?

Espinhas são inflamações na pele causadas por alguma reação endógena ou por algum fator externo que causou a reação na pele. Ocorre quando há uma obstrução dos poros por conta de excesso de sebo ou células mortas; esse excesso pode colonizar bactérias e inflamam em seguida.

Se não tratadas, podem piorar e gerar cicatrizes no rosto da pessoa, as famosas manchinhas de acne. Dentre as principais causas das espinhas podemos citar:

  1. Hormônios em alta

Durante a puberdade na adolescência, os hormônios estão em alta e isso ocasiona uma maior produção natural de sebo na pele. Na gravidez também pode acontecer a mesma coisa, pois ocorre o aumento da progesterona na mulher.

Existem também doenças hormonais que podem aumentar a produção de sebo. Sabemos que uma pele oleosa gera espinhas, por isso é comum nessas fases.

  1. Limpeza incorreta ou insuficiente

A higiene da pele é muito importante para evitar acúmulo de sujeira e oleosidade. Se uma pessoa faz uma limpeza irregular ou nem liga para isso, a tendência é acumular células mortas, poluição, “sujeira de mão”, oleosidade natural e outros fatores externos. Daí basta um mínimo entupimento e a espinha pode eclodir.

  1. Não remover a maquiagem

Muitas meninas negligenciam a limpeza facial ao final do dia para remover a maquiagem completamente. Saiba que a maquiagem entope os poros e isso facilita o surgimento de cravos e espinhas, afinal a pele está sem respirar.

Além disso, a própria maquiagem pode conter ativos tóxicos para a sua pele ou não propícia ao seu tipo de pele. Existem maquiagens para todo tipo de pele, então é essencial que você use a correta para a sua e sempre remova ao final do dia ou da festa.

  1. Produtos gordurosos na pele

Usar cremes, óleos ou até protetor solar com aspecto gorduroso pode estimular a acne na pele, principalmente se você já tem a pele oleosa. Sendo assim, o ideal é usar produtos em gel ou específicos para pele oleosa, os quais causam menos obstrução dos poros.

  1. Alimentos gordurosos

Leite, doces, frituras, fast foods, todos são alimentos que podem inflamar a pele e estimulam o surgimento de acne. Não causam diretamente, mas são fatores agravantes para quem tem tendência. Por isso uma alimentação com frutas, verduras, alimentos antioxidantes e anti-inflamatórios é importante.

  1. Reação a medicamentos

Certos remédios possuem como reação colateral o aumento de produção de sebo na pele, gerando espinhas, como os corticoides e alguns anti-inflamatórios. Seu médico pode lhe indicar tratamentos em paralelo para amenizar os sintomas ou até mesmo fazer a mudança desse remédio para outro de mesma função.

  1. Excesso de exposição solar

A radiação UV pode causar inflamações na pele e aumentar a oleosidade, principalmente em quem já tem predisposição a ter acne. Daí vem a importância de usar protetor solar adequado ao seu tipo de pele, com o FPS ideal e também reaplicar na hora certa.

  1. Genética

Pessoas que têm grande quantidade de espinhas geralmente adquiriram isso através da sua genética familiar, pois é visto como um tipo reação de imunidade alta do corpo a inflamações.

Como eliminar as espinhas?

  1. Espinhas no rosto

A primeira dica é nunca tentar espremer, pois a inflamação aumenta, mais bactérias podem entrar e você corre o risco de criar cicatrizes na pele. Mantenha uma limpeza profunda diária, usando produtos para pele oleosa!

O básico é lavar bem o rosto com sabonete anti-acne e aplicar pomadas que seu dermatologista pode indicar (as melhores contém peróxido de benzoíla). Essa rotina de limpeza vai manter a pele livre de oleosidade.

Hidratação com cremes não-gordurosos e protetor solar também são obrigatórios.

  1. Espinhas na boca

Geralmente, são espinhas bem chatinhas! Para eliminar a dor e a inflamação, aplique um cubo de gelo envolvido num pano fininho na região da espinha; use também alguma pomada indicada pelo seu médico, bem concentrada na área da espinha.

Garanta também uma limpeza diária bem feita, pois essa espinha pode ser por acúmulo de sebo ou até maquiagem, como restos de base ou batom. Lave bem a boca depois de comer e evite abafar com maquiagem até o tratamento concluir.

  1. Espinhas nas costas

Geralmente, as espinhas das costas surgem em grande quantidade, bastante inflamadas e até mais difíceis de remover. Portanto uma limpeza com esfoliação torna-se necessária, para cada vez mais amenizar a camada superficial que está inflamada e renovar as células.

Peça ajuda de alguém para esfoliar suas costas de 2 em 2 dias. Vá no médico também para ele te receitar uma pomada especial para aplicar nas mais inflamadas.

Cuidado com roupas apertadas ou de muito atrito, pois pode piorar as inflamações e nunca sarar. Se for tomar sol, abuse do protetor solar na área.

  1. Espinhas no queixo

A mesma dica do gelinho vale para as espinhas inflamadas no queixo. O gelo vai amenizar a dor e ajudar a acelerar a cicatrização. Não tente espremer nem furar a espinha, espere ela amenizar com o gelo e a pomada que seu médico te indicou.

Você pode disfarçar com maquiagem enquanto não sara. Lembrando que qualquer cosmético usado tem que ser do tipo da sua pele e deve ser removido depois.

  1. Espinhas no ouvido

Consideradas as mais dolorosas, as espinhas dentro das orelhas parecem não ter solução. Mas saiba que dá para eliminar rapidinho!

Passar um pouco de álcool no local com ajuda de algodão ajuda para a inflamação não aumentar; lave também com água morna para ela amolecer e ficar mais receptiva aos medicamentos que aplicar; pomadas como ácido salicílico e peróxido de benzoíla serão úteis.

Extra: Espinhas internas

Elas podem surgir em qualquer local do corpo e são bem dolorosas. Uma dica incrível para amenizar a dor e secar a inflamação interna sem necessidade de espremer é aplicando um sachê de chá preto morninho em cima!

O chá tem poder antioxidante e vai amenizar muito a inflamação. Faça isso de 2 a 3x por dia se tiver muito inflamada. Finalize com a pomada indicada pelo seu médico e use protetor solar.

Caso os cuidados citados acima não funcionem, o ideal é voltar ao dermatologista para a possibilidade de medicamentos de ação interna, já que os cuidados de limpeza e pomadas tópicas não foram o suficiente. Não se automedique!

Espinhas: Quais as causas e como eliminar em cada região!
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here