Dor na Lombar: Entendo a dor, causas, tratamentos, como aliviar

0
1

Quem nunca sentiu aquela dorzinha no final das costas, na região da lombar, está mentindo! É uma dor extremamente comum e fácil de ter, sendo a segunda maior causa de consultas médicas, perdendo apenas para as gripes! Se você está sentindo dor na lombar, continue lendo o artigo para saber sobre possíveis causas e tratamentos recomendados.Dor na Lombar

Entendendo a dor na lombar

Também conhecida como lombalgia, dor nas costas, lumbago, dor nos quartos e muitos outros apelidos, as dores relatadas na lombar, na maioria das vezes, têm a ver com postura inadequada, mas nem sempre é esse o motivo.

A região da lombar é referente à parte da coluna vertebral que fica entre a região abaixo do tórax até o final da coluna na região do cóccix. Como é o finalzinho da nossa coluna, uma parte sem estrutura óssea ao redor, apenas músculos, torna-se uma área que concentra maior parte da carga do nosso corpo e de esforços diários que fazemos, e isso pode gerar dores.

A dor é manifestada logo abaixo da décima segunda costela até a pontinha do cóccix. É normal que esse tipo de dor se estenda também pela região das nádegas e até coxas, devido à fadiga muscular que gera, mas dependendo da intensidade e duração da dor isso pode não ser normal.

O que pode ser dor na lombar?

A dor na lombar pode ser aguda ou crônica. A dor aguda surge devido a esforço exagerado ou errado, sem fator definitivo ou doença, dando aquela sensação de travamento da coluna, e melhora geralmente em cerca de 1 mês; já a dor crônica é aquela dor na lombar recorrente proveniente de desgastes. Qualquer pessoa de qualquer idade pode ter essa dor a qualquer momento, porém tende a surgir mais em mulheres devido a tendência de problemas ósseos e em pessoas mais velhas.

São algumas das possíveis causas para dor na lombar:

  • Quando a pessoa pega mais peso do que o correto na academia, muito esforço se direciona à lombar, causando dor em um possível estiramento ou distensão muscular;
  • Postura incorreta, tanto ao andar, quanto agachar, sentar e deitar; a coluna sempre deve estar ereta em qualquer desses movimentos; e ao se deitar, fique atento ao seu colchão e altura de travesseiros, pode ser essa a causa da sua dor na lombar;Dor na Lombar postura incorreta ao sentar
  • Carregar um objeto muito pesado sem o jeito correto; além do esforço extremo que fazemos, gerando cansaço, isso pode acarretar num problema na lombar;
  • Possíveis enfermidades como inflamação, infecção, hérnia de disco, artrose e até problemas com estresse e outros emocionais.

Dentre outras ações que gerem sobrecarga nas articulações da coluna e vértebras locais. Provavelmente você identificou seus sintomas com alguma dessas ações descritas, não? Você pode até fazer um diagnóstico prévio, mas o ideal é que vá ao médico, descreva direitinho o que sente e, assim, saberá a causa da sua dor e como tratá-la.

Como tratar dor na lombar?

Pode ser que médico peça exames para melhor precisão de diagnóstico, podendo ser radiografia, ultrassom, tomografia, ressonância magnética, entre outros. Mas antes disso, logo na avaliação médica, ele fará um exame físico inicial lhe indicando movimentos, pressionando pontos e outras táticas que já conseguem identificar possíveis infecções, fraturas ou compressão de nervo, caso exista.

A partir desses exames solicitados, ele poderá fazer um diagnóstico correto e lhe indicar um bom tratamento, que pode ir desde fisioterapia, acupuntura, pilates, ioga ou outra atividade que lhe faça bem e relaxe as costas.

Já para dores comuns do dia a dia, recomenda-se uso de analgésicos, anti-inflamatórios ou relaxantes musculares receitados pelo seu médico para alívio temporário da dor e regularizar suas habilidades motoras novamente. Bolsa de água quente na área dolorida também pode ajudar a relaxar, além de bastante repouso sempre que puder. Lembre-se de não praticar automedicação.Bolsa de água quente na lombar

Além disso, procure mudar seus hábitos a fim de evitar novas crises de dor na lombar, pois sabemos que não é nada legal. Sendo assim, pratique atividades físicas (dentro do seu limite, é claro, e depois de melhorar) e mantenha uma alimentação saudável, assim você mantém sua saúde em dia, evita sobrepeso e melhora sua qualidade de vida. Faça sempre alongamentos e aquecimentos antes das atividades, fique atento à sua postura e procure não forçar a coluna demais. O importante é se cuidar!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este artigo)
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here