Antioxidantes: Entenda sua função e relação com o Envelhecimento Precoce

0
7

A oxidação celular é um dos processos químicos naturais que ocorre em nosso organismo, o qual consequentemente se leva o envelhecimento, isto é, cerca de 5% do oxigênio que não respiramos não é queimado pelo nosso organismo. Deste modo esse oxigênio que fica desestabilizado tem que realizar a capturar os elétrons. Em nosso organismo até os 25 anos de idade esse processo de captura de elétrons e compensado, após os 30 anos de idade, com a ocorrência da queda hormonal, este processo acelera. Consequentemente, as células do corpo inteiro vão envelhecendo mais rápido, sendo que este balanço desfavorável pode ser chamado de envelhecimento, os antioxidantes tem importante papel no prevenção e cuidado dos efeitos desse envelhecimento.

Antioxidantes

Entenda melhor esse processo no artigo abaixo:

O que são Antioxidantes

Antioxidantes são todas as moléculas preparadas para retardar ou impedir o dano oxidativo, processo este causado por meio de substâncias conhecidas como radicais livres, o qual é capaz de levar a disfunção das células e ao aparecimento de problemas como doenças cardíacas, diabetes e câncer.

Finalidade dos antioxidantes

Os antioxidantes atuam para bloquear as reações de oxidação celular, consequentemente ele irá oferecer ao organismo proteção para as membranas e outras partes das células.

Alimentos ricos em antioxidantes

O nosso corpo tem a capacidade de produzir antioxidantes naturais, os quais são de suma importância para a diminuição dos radicais livres. Porém estes antioxidantes também podem ser incluídos em nossa alimentação diária através de alimentos e em suplementos. Podemos concluir que o melhor é consumir o máximo de alimentos que possuem antioxidantes. Vamos citar abaixo alguns alimentos que são ricos em antioxidantes.alimentos Antioxidantes

Os alimentos que possuem grande quantidade de antioxidantes são principalmente, as frutas e alguns legumes, entre eles estão:

  • Betacaroteno: são os legumes e frutas vermelhos/cor-de-laranja/amarelos, como abóbora, beterraba, brócolis, cenoura, couve, damasco seco, melão ou ervilha;
  • Vitamina C: são acerola, brócolis, caju, couve, espinafre, kiwi, laranja, limão, manga, melão, morango, papaia e tomate;
  • Vitamina E: são arroz integral, amêndoa, amendoim, castanha-do-pará, gema de ovo, gérmen de trigo, milho, óleos vegetais (soja, milho e algodão) e semente de girassol;
  • Ácido elágico:  são as frutas vermelhas, nozes e romã.
  • Antocianinas: são a alface roxa, amora, açaí, ameixa vermelha, berinjela, cebola roxa, cereja, framboesa, goiaba, jabuticaba, morango e repolho roxo;
  • Bioflavonóides:  são as frutas cítricas, nozes e uvas escuras;
  • Catequinas: são o chá verde, morango ou; uva;
  • Isoflavona: são as sementes de linhaça ou de soja;
  • Licopeno: são goiaba, melancia ou tomate;
  • Ômega 3:  está presente em alguns peixes como o atum, cavalinha, salmão, sardinha, na semente de chia e de linhaça ou até mesmo em óleos vegetais;
  • Polifenóis: são frutas vermelhas, frutas secas, cereais integrais, cebola, chá verde, maçã, nozes, soja, tomate, uva roxa e vinho tinto;
  • Resveratrol: são cacau, uva roxa ou vinho tinto;
  • Selênio: são aveia, aves, amêndoa, castanha-do-pará, fígado, frutos do mar, nozes, peixes, sementes de girassol ou trigo integral;
  • Zinco: são aves, carnes, cereais integrais, feijões, frutos do mar, leite ou nozes;
  • Cisteína e glutationa: estão presente na carne branca, atum, lentilhas, feijões, frutos secos, sementes, cebolas ou alho.

Apesar disso devemos ter um hábito diário do consumo de antioxidantes,essa consumo além de ser importantíssimo para a nossa saúde,nos ajuda a prevenir um envelhecimento precoce consequentemente  a prevenção de doenças.Envelhecimento precoce

Radicais Livres

Os radicais livres se consistem em moléculas oxidantes que tem poder altamente reativas, os quais agridem outras moléculas através da captura de elétrons e, portanto, ocorre a modificação das estruturas químicas. Este processo pode acarretar grandes danos a diversos tecidos, sendo eles o tecido do sangue, o tecido cerebral, o tecido da pele, e etc.

Como são produzidos

São produzidos a partir da geração de energia através da alimentação como parte de nosso metabolismo natural, mas podem ser introduzidas também no organismo através de fontes externas como por exemplo a exposição ao sol ou até mesmo a poluição. Além disso podemos citar outros meios que produzem estes radicais livres, que incluem stress, ingestão de bebidas alcoólicas, alimentos insalubres, raio x e radiação ultravioleta, resíduos de pesticidas, substâncias tóxicas presentes em alimento, consumo de gorduras saturadas (frituras,embutidos, carnes gordas, etc.), fumo e fumaça de cigarro.  

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este artigo)
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here