Roacutan: Saiba tudo sobre o Roacutan antes de tomar

0

Se chegou até este artigo é porque está buscando alguma solução para resolver seu problema com espinhas, não é mesmo?

Publicidade

Continue na leitura para entender melhor sobre o Roacutan, um remédio que promete ajudar quem sofre com espinhas e acne; entenda seus benefícios, efeitos colaterais e muitos outros detalhes essenciais que vão influenciar na sua opinião sobre este medicamento.

Roacutan resultados

Publicidade

O que é o Roacutan?Roacutan

Roacutan é um medicamento, produzido pelos laboratórios Roche, cujo seu princípio ativo é a isotretinoína; existem outros remédios com esta mesma substância, fabricados por outros laboratórios também e até em versões genéricas.

Trata-se de um remédio que atua sobre as glândulas sebáceas que produzem sebo, o que entope poros e causa as infecções, conhecidas como espinhas. Deve ser apenas prescrito por médicos com experiência em dermatologia e uso de retinóides sistêmicos, como é o caso.

Para que serve o Roacutan?

O Roacutan é indicado para formas graves e extremas de acne; não espinhas comuns do dia a dia, relacionadas à puberdade ou má qualidade da pele através de alimentação ou outras “pequenas” causas, e sim espinhas com nódulos-císticos e acnes com riscos de cicatrizes permanentes.

Publicidade

Serve também, mesmo que indiretamente, para aumentar a autoestima do indivíduo, que geralmente sofre com a estética que as espinhas causam, além de todo o cansaço em cuidar diariamente de algo que não gosta.

Geralmente, não é uma das primeiras opções de tratamento dermatológico, pois é um remédio de tarja preta considerado muito forte e de reações adversas fáceis de ocorrer (falaremos logo mais), então outras mais leves e medianas são testadas antes; em casos extremos de acne e espinhas grandes e inflamadas na face e nas costas, principalmente, o médico, em geral, um dermatologista, indicará o uso do Roacutan.

Publicidade

Benefícios do Roacutan

As chances de o tratamento com Roacutan funcionar são enormes, e isso é considerado o principal benefício do medicamento, afinal muitos outros tratamentos tratam por tempo limitado ou de acordo com o uso, e já o Roacutan deixa seus benefícios mesmo após o fim do tratamento na maioria dos casos.

40% das pessoas têm excelentes resultados e apenas 20% continuam o tratamento por um pouco mais de tempo. Mesmo sendo uma substância forte e tóxica no organismo, com acompanhamento adequado e exames em dia, as chances de sucesso com o uso são altas.

Roacutan antes e depois
Imagens tiradas da internet.

Efeitos colaterais do Roacutan

Os efeitos colaterais do remédio surgem e são intensificados de acordo com sua dosagem, ou seja, quanto maior a dose, mais fortes e presentes serão os efeitos. Dentre os principais e mais relatados efeitos e reações ao medicamento estão:

Publicidade
  • Lábios secos e rachados, sendo necessário tratamento diária com manteiga de cacau ou vaselina para evitar ferimentos;
  • Dores musculares e articulares, que não são inflamatórias e tendem a desaparecer com o tempo;
  • Secura da mucosa da pele e olhos, para os quais recomenda-se uso de colírio e cremes hidratantes;
  • Dores de cabeça também são relatadas;
  • Casos raros de efeitos colaterais relatam problemas de visão noturna, distúrbios mentais, hepatite, pancreatite, depressão, dentre outros; daí a extrema importância da correta dosagem e acompanhamento médico.

Contraindicações do Roacutan

Assim como vários outros medicamentos, o Roacutan possui suas restrições de uso de acordo com a saúde e momento de cada pessoas. São algumas das contraindicações do remédio:

  • O Roacutan é extremamente proibido para mulheres grávidas ou que estão amamentando no momento; isso é tão sério que, durante o tratamento, a mulher deve assinar um termo sobre a questão em si; também é recomendado que seja evitada a gravidez em até um ano depois do fim do tratamento; isso tudo porque o remédio pode afetar na formação do bebê ou na qualidade do leite materno na amamentação.
  • Homens também podem ter seu organismo afetado, e é recomendado que somente após um ano depois do tratamento que ele tenha filhos;
  • Pessoas que têm, já tiveram ou têm tendência a ter problemas no fígado devem verificar antes de tudo a saúde hepática para saber se podem ou não usar o medicamento; a razão é que o remédio age inicialmente no fígado e pode potencializar ou iniciar problemas;
  • Pessoas que têm os níveis de colesterol altos também devem fazer exames e possíveis tratamentos antes de iniciar com o Roacutan; a razão é que o remédio pode afetar os trabalhos do pâncreas e trazer possíveis complicações;

Converse bem com seu médico, entenda a necessidade do uso do Roacutan, tire todas as  suas dúvidas e cuide-se bem! Lembrando que, durante o tratamento, o recomendado é não tomar sol, não beber álcool, não tomar suplementos alimentares/esportivos, não doar sangue, não usar produtos fortes na pele nem esfoliantes, evitar alimentos com vitamina A, dentre outros.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here