Remédios para emagrecer: Medicamentos e remédios naturais

0
9

Muitas vezes, os resultados de exercícios físicos e de dieta balanceada não são o suficiente para satisfazer a busca pelo físico perfeito, como também atender quem está com sua saúde em risco devido doenças como obesidade.

Para isso, existem remédios que ajudam na perda de peso, focados nisso e outros de outra finalidade, mas que ajudam na perda de peso. O uso sem monitoramento é arriscado, mas com o acompanhamento médico adequado e com as necessidades comprovadas, os remédios para emagrecer podem oferecer só sucesso! Vamos conhecer os principais e seus efeitos?remedios para emagrecer

Remédios para emagrecer

Sibutramina:

A sibutramina é um dos medicamentos para emagrecer mais conhecidos e consumidos pelas pessoas. Ele atua em alguns neurotransmissores com a intenção de reduzir o apetite, controlar ansiedade e fome e também como a serotonina, noradrenalina e dopamina. Pode ser encontrado em qualquer farmácia e somente é vendido com prescrição médica. Mas cuidado que alguns efeitos colaterais podem ser observados com o uso, como boca seca, constipação, dor de cabeça, insônia e alterações no humor. Não se automedique!

Sertralina

Saxenda:

É um medicamento à base de liraglutina, focado no tratamento de diabetes. Um dos efeitos colaterais que favoreceu o medicamento ser indicado para perda de peso é que ele reduz a sensação de fome, além de regular as taxas de glicose no sangue. Deve ser consumido por adultos, praticantes de atividades físicas, com alguma condição relacionada ao excesso de peso, como hipertensão, diabetes ou problemas com o colesterol. Mas cuidado que alguns efeitos colaterais podem ser observados com o uso, como pancreatite, cálculos em vesícula biliar ou risco de hipoglicemia, por exemplo. Não se automedique!Saxenda

Orlistat:

Ao contrário dos citados acima, este remédio não atua inibindo a fome ou causando saciedade; ele atua diretamente na absorção de gordura, impedindo que cerca de 30% dela não seja absorvida pelo organismo, sendo expelida pelas fezes. E por isso, geralmente, é utilizado como complemento a outros medicamentos direcionados à perda de peso. Mas cuidado, pois é um medicamento forte que pode causar diarreias devido à alta quantidade de gordura nas fezes, dentre outros desconfortos gástricos. Não se automedique!

Fluoxetina:

Este medicamento é feito para controlar ansiedade, logo, em muitos casos é direcionado aos tratamentos de perda de peso, ajudando na ansiedade e descontrole alimentar. Muitos casos de ganho de peso estão associados ao lado emocional, e esse medicamento serve justamente para ajudar com isso. Muitos estudos e relatos indicam que mais de 6 meses tomando já apresenta uma perda de peso insignificante. Mas cuidado, pois é um medicamento que pode causar diarreia, náusea, cansaço, dor de cabeça e insônia. Não se automedique!Fluoxetina

Sertralina:

A Sertralina tem ação muito semelhante à Fluoxetina, este também é um antidepressivo, porém é menos usado e indicado, já que pode causar compulsão alimentar, que é exatamente o efeito contrário do desejado. Mas cuidado, pois suas possíveis reações adversas incluem insônia, sono, tontura, dor de cabeça, diarreia, boca seca, náusea, distúrbios de ejaculação e fadiga. Não se automedique!

Remédios naturais para emagrecer

Há também opções mais leves que oferecem menos ou nenhum efeito colateral, feitos a partir de plantas e opções naturais, incluindo alimentos. São alguns:

Café verde:

É considerado o remédio natural mais eficaz para emagrecer. A principal substância ativa é extraída do grão de café verde, sendo vendida em cápsulas para facilitar a absorção em nosso corpo. Estudos apontam que, além de queimar gordura e diminuir peso, ajuda também no combate à celulite e na moldagem do corpo, ajudando naquela barriguinha chapada em conjunto a exercícios físicos. É um produto relativamente barato e eficaz!

cafe verde

Spirulina:

Opção 100% natural que auxilia na perda de peso, ajuda na redução de colesterol, possui ação anti-inflamatória, ajuda até a combater anemia (rica em ferro e proteínas) e auxilia também no ganho de massa magra com a musculação!

Chá verde:

O já conhecido chá verde é famoso por acelerar o metabolismo, e também o gasto calórico, principalmente quando em paralelo com atividades físicas. Sua base é a cafeína, sendo também rica em antioxidantes, ajudando a eliminar radicais livres. Tem gente que armazena numa garrafa térmica o chá da folha e fica bebendo durante o dia inteiro.Chá verde

Pholia Magra:

Famosa erva que ajuda na redução da fome e na queima de calorias. Indicada para pessoas mais sedentárias, que não gostam de praticar atividades físicas, mas sabem da importância e vão começar devagarzinho! Curiosidade: A pholia magra também é conhecida como erva antibarriga! Também é à base de cafeína, acelerando o metabolismo e ajudando no gasto calórico!

Alimentos diuréticos:

Você pode perder peso simplesmente ajustando seu cardápio adicionando mais alimentos diuréticos! Eles ajudam a eliminar as toxinas e líquidos retidos através do alto consumo de alimentos ricos em sódio. São alguns: agrião, salsão, alho-poró, espinafre, aspargo, pepino, beterraba, pimentão, tomate, cebola, alho, maçã, laranja, maracujá, melão, melancia, abacaxi, morango, kiwi e limão! Delícia, né? Consuma no dia a dia em forma de suco ou no meio das refeições.Alimentos diuréticos

Vantagens dos remédios para emagrecer

  • Mais facilidade de emagrecer, em menos tempo que emagrecimento normal e mais quilos perdidos;
  • Medicamentos manipulados no Brasil são todos sob vigilância da Anvisa, ou seja, oferecem poucos riscos a quem consome;
  • Vantajoso para quem busca perder peso num curto prazo de tempo, como meses a um ano antes de alguma viagem ou desfile, por exemplo;
  • Fáceis de encontrar para venda, sendo em qualquer farmácia do Brasil;
  • O medicamento aliado a uma rotina de exercícios físicos e também uma dieta balanceada aceleram a perda de peso com saúde.

Desvantagens dos remédios para emagrecer

  • Muitos desses medicamentos não naturais são indicados pelos médicos apenas para casos de obesidade, não para fins estéticos;
  • Podem causar sérios problemas de saúde, incluindo não emagrecimento, quando tomados de forma irregular, sem receita médica ou quando fora da faixa etária recomendada;
  • Alguns desses remédios para emagrecer podem causar dependência física e/ou emocional de acordo com o tempo de uso; muitos deles não devem passar de 4 meses de uso (tire suas dúvidas com um médico);
  • Muitas vezes, quando as pessoas param de tomar os medicamentos, ganham todo o peso perdido novamente ou até mesmo engordam mais;

Antes de começar a tomar qualquer remédio, natural ou não, consulte um médico e tire suas dúvidas. Lembrete importante: Não se automedique!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este artigo)
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here