Pilates: Benefícios, Para que serve, Exercícios e mais!

0
1

Por muito tempo, o pilates era uma prática vista como algo supérfluo, não funcional, mas cada vez mais médicos e fisioterapeutas recomendam este exercícios para o bem-estar das pessoas.


Não apenas bem-estar físico, esta prática pode emagrecer, trazer equilíbrio ao corpo e até melhorar o humor, sabia? Saiba mais sobre o pilates no texto a seguir.

Pilates

O que é pilates?

Pilates é um método que combina exercícios físicos e alongamentos utilizando apenas o peso do próprio corpo durante cada execução, sem levantamento de pesos extras ou impactos.

Por conta dessas característica, é um tipo de exercício indicado para praticamente todas as idades.

Até existe o pilates com aparelhos, como bolas, molas, cadeiras, elásticos, e outros, mas estes funcionam para guiar movimentos, não sendo necessariamente obrigatórios.

Tal método se baseia em 6 fundamentos da contrologia, que é o controle dos movimentos musculares, são eles: Respiração, Centralização, Concentração, Precisão, Controle e Fluidez.  

Origem e breve história do pilates

O pilates é uma técnica desenvolvida por Joseph Pilates que nasceu com a ideia de trazer ganho de força muscular e equilíbrio na época da primeira guerra mundial, por volta de 1914 a 1918.

Cada movimento tem como base exercícios e esportes influenciadores da cultura oriental, tais como yoga, artes marciais, meditação e até mesmo a medicina chinesa.


Quem foi Joseph Pilates?

Joseph Pilates é o nome do criador da técnica do pilates. Ele sempre foi uma criança muito doente, que sofria com problemas respiratórios e raquitismo.

Na sua família, a saúde sempre teve destaque, pois seu pai era um ginasta premiado e sua mãe uma naturopata (remédios naturais).

Na sua infância, Joseph praticava muitas técnicas respiratórias e também de postura para aliviar os sintomas de sua doença. Com o tempo, passou a se exercitar ao ar livre e seus métodos foram ganhando visibilidade.

Ele foi aprofundando seus conhecimentos em anatomia, medicina chinesa, esportes orientais, musculação, yoga e muito mais.

A partir de todos esses estudos, Joseph criou o método Pilates com a finalidade de ajudar pessoas que tinham problemas de saúde, parecidos com o seus ou de outras origens.

Em 1914, durante a primeira guerra, foi preso e enviado a um campo de concentração na Ilha de Man e utilizou muitos dos seus exercícios com outros presos.

Para que serve o pilates?

O pilates é um método que serve para melhorar e equilibrar toda a saúde do corpo, desde flexibilidade e força muscular a aumento de imunidade contra doenças.

Existem diferentes grupos de exercícios dentro do pilates, a prática de cada um deles faz a diferença em determinado ponto da saúde. Sendo assim, a finalidade do pilates depende dos exercícios feitos.

Para quem pilates é indicado?

É indicado para homens, mulheres, crianças, de todas as idades, inclusive mulheres grávidas, as quais podem prevenir complicações de gravidez e ainda diminuir dores no corpo; e também idosos com baixa resistência física, afinal os exercícios são sem impacto e podem ter exigência corporal limitada.

Também é indicado para quem teve alguma lesão para recuperar sua mobilidade, dores e evitar outros problemas.

Inclusive é indicado para pessoas sedentárias que precisam se alongar melhor e se fortalecer mais para assim realizar alguma atividade física de maior impacto na sequência. Atletas também devem fazer para assim melhorar suas performances nas suas especialidades.

Crianças também podem fazer, assim colaboram para um crescimento e desenvolvimento muito mais saudável.

Benefícios do pilates

  • Aumento da força muscular: Com o tempo, os músculos ficam mais fortes, principalmente nos músculos do abdômen e do core do corpo.
  • Aumento de flexibilidade: Esta é outra consequência do pilates por conta dos alongamentos feitos.
  • Aumento do condicionamento físico: Com o tempo, o corpo no geral ganha mais força e resistência.
  • Melhora da circulação sanguínea: Com a melhora do condicionamento do coração, a circulação sanguínea também é beneficiada.
  • Menos estresse e fadiga: É uma prática divertida, que relaxa e é excelente para passar o tempo, dando aquela quebra e aliviada no estresse cotidiano.
  • Melhora da postura: Os alongamentos e posições do pilates ajudam na melhora natural da postura.
  • Melhora da respiração: O pilates também trabalha a respiração e a prática contínua melhora as trocas de ar no dia a dia.

Pilates emagrece?

Os exercícios de pilates também proporcionam queima calórica, portanto emagrece sim. Segundo estudos, em cerca de 8 semanas, o pilates contínuo tem a capacidade de diminuir 13% da gordura do fígado.

Não é uma perda de peso considerável na balança, e sim no aumento do metabolismo e resistência do corpo. Portanto, se você conciliar o pilates a outros exercícios aeróbicos e uma dieta balanceada, o pilates vira um excelente amigo na rotina de perda de peso.

Desvantagens do pilates

O pilates tem desvantagens quando ele não atende as necessidades do praticante. Se você busca pilates com a intenção de emagrecer, sem aliar a nenhum outro exercício, você vai se frustrar.

Outra “desvantagem” considerada por muito é o tipo de exercícios, que são mais lentos e em isometria, com movimentos repetidos, causando pouca ofegação; portanto é outro ponto que não estimula pessoas que gostariam de um exercício mais dinâmico e acelerado.

Outro ponto é que o pilates pode ser um pouco desanimador, já que nem sempre é praticado com um grupo de pessoas, sendo uma atividade mais solitária e calma.

Pilates na gravidez

Conforme dito acima, as grávidas têm total liberdade para fazer pilates, inclusive é uma atividade indicada pelos médicos a partir do terceiro mês de gravidez. O objetivo é fortalecer e tonificar o corpo da mãe, inclusive preparando o corpo da mulher para um parto perfeito.

Mantendo o corpo mais resistente, a gestante vai sentir menos dores nas costas, evitar problemas de incontinência urinária, ter menos dores de cabeça e muitos outros problemas evitados. Importante dizer que são exercícios específicos para gestantes, podendo ser feitos de 1 a 2 vezes na semana, em aulas de 30 minutos a 1 hora.

Como é uma aula de pilates?

Uma aula de pilates é feita por um profissional instruir desta atividade; geralmente, são pessoas formadas em educação física ou fisioterapia, com especialização em pilates.

O ambiente precisa ser calmo, tranquilo, com materiais aconchegantes, desde os bancos ao piso e com aparelhos básicos como Reformer, Cadillac, Combo chair, dentre outros.

Exercícios de Pilates

No início da aula, são feitos exercícios de alongamento básico; em seguida, o profissional guia o aluno pelos aparelhos e ensina como cada exercício deve ser feito; dentre eles, temos exercícios de rolamento, canoagem, exercícios suspensos, para braços, pernas, abdômen, costas, dentre outros.

Ao final, mais alongamento; em alguns estúdios, o profissional também reserva um tempo para relaxamento, incluindo técnicas de massagem e automassagem.

5 exercícios de pilates

Confira a seguir alguns exemplos dos exercícios feitos em aulas de pilates! Alguns deles podem ser feitos em casa mesmo, confira:

  1. Abdominal com a bola

Deite-se sobre um colchonete, eleve as pernas apoiando as panturrilhas em cima de uma bola; coloque as mãos dos lados da cabeça; inspire e flexione seu tronco para frente, começando as abdominais; tente se erguer até conseguir sentar, este é o desafio com o passar do tempo. Faça 3 séries de 8 repetições.

  1. Elevação de quadril

Deite-se com os joelhos flexionados e pés no chão; estique uma perna para cima, mantendo os joelhos alinhados; suba lentamente seu cóccix, a região da lombar e ombros; desça lentamente. Realize esse movimento 8 vezes com cada perna.

  1. Flexão de braços

Fique numa posição de 4 apoios no chão, de cachorrinho; cruze seus pés atrás; mantendo os joelhos no chão, faça flexões com os braços fechados, descendo seu corpo até antes de encostar o peitoral no chão; se já tem maior resistência, faça flexão original, sem os joelhos no chão e corpo todo esticado sobre o chão, apenas com as pontas dos pés fixas atrás. Repita de 8 a 12 vezes.

  1. Giro com a bola

Deite-se no chão de barriga para cima, estenda as pernas sobre uma bola e gire-a para cada lado, indo e voltando; mantenha o corpo estabilizado, desde os ombros ao quadril, deixando as pernas sempre estendidas. Repita 8x para cada lado do corpo ou 20x o movimento completo feito de uma só vez.

  1. Prancha lateral

Deite-se de lado, apoie-se sobre o cotovelo do braço de baixo e mantenha o outro braço estendido sobre o quadril; mantenha o corpo alinhado e levantado do chão; contraia bem o abdômen, pelve e glúteos; mantenha as pernas bem estendidas, uma em cima da outra; a força toda será feita no cotovelo.

Procure ficar nessa posição pelo tempo que conseguir. Exercícios derivados com maior nível de dificuldade incluem erguer a perna que está por cima, de 8 a 12 repetições.

Mais exercícios de pilates em:

Preço de fazer pilates

O preço médio para fazer aulas de pilates 1 vez por semana custa R$300 reais.

Sim, é um custo mais elevado do que a maioria das atividades físicas; isso se dá pela capacitação profissional, flexibilidade de horários e também qualidade do estúdio com estrutura e equipamentos adequados ao método.

Se estiver mesmo interessado, pesquise algum estúdio que ofereça planos combinados, em que paga-se mais de 1 mês e ganha um desconto, por exemplo.

Pilates: Benefícios, Para que serve, Exercícios e mais!
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here