Óleo de Cártamo: Saiba o Que É, Sua Composição, Benefícios, Se emagrece

0
7

A fim de não partir para remédios ou cirurgias plásticas, as pessoas vêm buscando formas naturais para emagrecimento, aliando aos exercícios físicos. E o óleo de cártamo é uma dessas formas, saudáveis, que é benéfica ao organismo como um todo, não apenas para obter a boa forma. Hoje vamos falar dele, seus benefícios, possíveis efeitos colaterais e muito mais sobre o assunto.óleo de Cártamo

 

O que é óleo de cártamo?

O óleo de cártamo é um óleo extraído das sementes da Carthamus tinctorius, uma planta repleta de boas propriedades, de origem asiática, muito semelhante ao açafrão. Como é uma planta de cor marcante, variando entre um forte amarelo, vermelho e/ou laranja, antigamente, era muito utilizada para tingir tecidos e também corantes e aromatizantes de alimentos, e de alguns anos para cá vem sendo muito bem utilizada na culinária e na área de cuidados com a saúde e estética.Carthamus tinctorius

É um óleo rico em muitos nutrientes, principalmente rico em ácido linoleico (conhecido também como ômega 6. Também é rico em gorduras poli e monoinsaturadas, que são gorduras boas para nosso organismo e trazem benefícios, como listaremos logo mais.

Pode ser encontrado em forma de suplementação alimentar de forma comercial em cápsulas, vendido em lojas de produtos naturais ou elaborado em farmácias de manipulação.

Composição do óleo de cártamo

São alguns dos componentes mais importantes presentes na maioria das composições de óleo de cártamo comercializadas: Ômega 6 + Ômega 9 + ácidos graxos + Vitamina E + fitoesteróis + Vitamina A + Vitamina K + além de cerca de 16% de gorduras (saturadas, mono e poli-insaturadas), num total de 4% das calorias. Cada um possui seus benefícios específicos à saúde, atuando também em conjunto e favorecendo a saúde do organismo.

Propriedades do óleo de cártamo

  • Promove a saciedade, reduzindo fome e apetite descontrolado; isso colabora com o processo de perda de peso junto a uma boa alimentação e atividades físicas;
  • Atua bloqueando a ação da enzima lípase proteica, que é responsável por levar gordura da corrente sanguínea para dentro das células; isso também auxilia na formação de placas de gorduras nas artérias e veias, com a ação do ômega 6, o que ajuda a evitar doenças cardiovasculares consideravelmente;
  • Protege contra câncer de próstata e diabetes tipo 2;
  • Previne doenças ósseas como a osteoporose;
  • Protege e mantém a saúde da pele;
  • Ajuda na redução dos triglicérides e colesterol ruim, além de controlar os níveis do colesterol bom;
  • Apresenta efeitos antiinflamatórios, mediante a atuação da proteína c-reativa;
  • A vitamina E presente no óleo colabora com ação antioxidante, que previne os sinais do envelhecimento.

Óleo de cártamo e emagrecimento

Vários estudos indicam que o óleo de cártamo pode colaborar de forma muito positiva para a perda de peso, aumentando as possibilidades de queima de gordura. O produto estimula a queima de gordura principalmente devido à ação do ômega 6, que, quando em conjunto a atividades físicas regulares, estimula a oxidação da gordura, transformando-a em energia.

Efeitos colaterais do óleo de cártamo

Quando não em conjunto com atividades físicas, o óleo de cártamo pode prejudicar a saúde da pessoa acumulando gordura nos órgãos, como no fígado, por exemplo.

É essencial saber também como estão os níveis de ômega 3, 6 e 9 no seu organismo, pois essas substâncias em excesso podem causar efeitos opostos aos níveis aceitáveis, como reações inflamatórias. No produto, constam o ômega 6 e 9, portanto é bom balancear também o uso de ômega 3 em conjunto ao óleo de cártamo.

Dentre outras possíveis reações no organismo por conta do mau controle da quantidade de óleo de cártamo estão: aumento da glicose e insulina; aumento de resistência à insulina; aumento da peroxidação lipídica; diminuição de colesterol bom em pessoas com hipertensão; entre outros correlacionados.

Indicações e contraindicações

É um produto indicado para pessoas com diabetes para melhor controle dos níveis de açúcar no sangue; mulheres que estão na fase do climatério e menopausa; e também pessoas interessadas em dar aquele up nas atividades físicas diárias, além de uma complementação saudável na alimentação.

O óleo de cártamo normalmente deve ser evitado por quem apresenta acúmulo de gordura no fígado, como no caso da esteatose hepática. Também deve ser evitado por quem possui complicações nos rins, pois quaisquer quantidades além da dosagem ideal pode afetar de forma negativa. Mulheres férteis também devem ter certeza sobre o consumo do produto no período de pré e durante gravidez.

É importante entender como está sua saúde para saber se pode consumir o óleo de cártamo tranquilamente. O ideal é conversar com seu médico, pedir indicações sobre o produto, além de atualizar seus exames e entender suas necessidades médicas.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este artigo)
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here