Micose: O que é, causas, sintomas, tratamentos caseiros, é contagioso?

0
6

A micose é um tipo de infecção na pele que pode parecer algo bobo e somente coçar temporariamente, mas é uma condição que, se não tratada, pode piorar bastante, causar marcas e facilitar para que ocorra várias outras vezes!


Se você sofre com micose e deseja saber mais sobre os tipos de tratamento e formas de prevenção, fique atento no texto a seguir.

micose

O que é micose?

A micose acontece quando ocorre uma proliferação rápida de microrganismos na pele, como é o caso dos fungos. Eles até existem naturalmente na nossa pele, de forma inofensiva à saúde, no entanto, se ocorre esse aumento de quantidade, os sintomas da micose vêm à tona.

Esse fungos vão se alimentar da queratina que encontrarem, ou seja, nas unhas, pele e cabelos; suas presenças deixam essas áreas com baixa imunidade e até receptíveis a outras doenças mais sérias de pele e de saúde.

Dentre os principais tipos de micose estão:

  • Pano branco, caracterizado por manchinhas brancas na pele que descamam;
  • Tinha, também conhecido como pé-de-atleta, que tem aparência avermelhada e coçam bastante; afeta o couro cabeludo também;
  • Onicomicoses, quando acontece nas unhas; começa com uma manchinha pequena e vai deixando a unha grossa e sensível.

Causas e fatores de risco

  • A causa principal é a presença dos fungos em excesso em determinada parte do corpo;
  • Contato de pele com alguma pessoa ou animal contaminado;
  • Ficar muito tempo do dia em ambiente quente e úmido;
  • Andar descalço em lugares úmidos e compartilhados, como piscinas, bordas de piscinas, chãos de clubes, ginásios, vestiários, chuveiros e afins;
  • Compartilhamento de banheiros (vaso, pia e área de banho);
  • Compartilhamento entre pessoas de itens como toalhas, roupas e até capacete;
  • Sistema imunológico afetado, estando receptivo a proliferar fungos na pele;
  • Feridas, fissuras ou lesões nas unhas, pele e cabelos, tornando receptiva a entrada dos fungos.

Micose é contagioso?

Sim, a micose pode ser transmitida de uma pessoa contaminada para outra saudável. Na maioria das vezes, a contaminação é mínima e o corpo consegue reagir contra os fungos naturalmente, não manifestando a micose.

Mas caso a pessoa esteja com a imunidade baixa por conta de algum doença, uso de antibióticos prolongado, ou qualquer outra razão, as chances de manifestar a micose são bem maiores.

Principais sintomas da micose

  • Lesões na pele, que são na maioria das vezes de cor avermelhada, rosada ou esbranquiçada;
  • Coceira intensa na área das lesões e ao redor;
  • Quando na pele, fica sensível de tanto coçar, podendo ficar dolorida e até sangrar;
  • Quando no couro cabeludo, os fios da área da micose podem cair;
  • Quando nas unhas, pode acontecer de a unha cair em casos graves;

Tais sintomas podem ser de alguma outra doença dermatológica e serem confundidos com micose. Daí vem a importância de diagnosticar cedo com um dermatologista e saber como tratar da forma correta o seu caso.

Tratamentos para micose

  1. Pomadas para micose:

Algumas das mais indicadas pelos médicos são Cetoconazol, Miconazol e Terbinafina, as quais são recomendadas para estágios iniciais da micose. Costumam tratar os sintomas e aparência das lesões de 1 semana a 1 mês de uso diário.

  1. Soluções antifúngicas

Existem produtos medicamentosos em forma de spray, shampoo ou esmaltes que visam eliminar a presença do fungo em determinada área; é uma boa em forma de spray para facilitar aplicação em unhas e em shampoo para o tratamento diário nos cabelos, por exemplo.

Alguns esmaltes conhecidos são Fungirox e Micolamina; outros em soluções de spray são Ciclopirox, Miconazol, Fluconazol e Cetoconazol.

  1. Medicamentos orais para micose

Quando o caso já não é tão simples e precisa de um tratamento mais profundo em paralelo, não somente tópico, o médico recomenda antifúngicos para tomar via oral, como Fluconazol ou Terbinafina.

Tratamentos caseiros para micose

Podem não curar a micose, mas ajudam bem a acalmar os sintomas das lesões e da coceira enquanto você não vai ao médico. Lembrando que receitas caseiras não substituem remédios, apenas oferecem alívio!

  • Alho para micose nas unhas:

Esfregue um dente de alho na unha com micose; ajuda na cicatrização;

  • Sementes de mostarda para micose na pele:

Deixe algumas sementes de mostarda de molho em água morna; depois esmague e faça uma pastinha; aplique essa pasta natural em cima das lesões;

  • Mamão para micose na pele:

Apenas corte o mamão em fatias finas e repouse sobre as áreas da micose.

  • Vinagre de maçã para micose no couro cabeludo:

Coloque um pouco de vinagre de maçã diluído em água dentro de um recipiente com borrifador e borrife no couro cabeludo; massageie bem; ajuda a aliviar coceiras e desinfeta.

Formas simples de evitar micose

A principal dica é manter o higiene em dia, tanto da pele, unhas e cabelo! Uma área limpa não prolifera fungos nem bactérias. Também evite andar descalço em lugares públicos e compartilhados.

O higiene também vale para as roupas e meias, lavando suas roupas com cuidado e trocando de calcinha/cueca e meias diariamente. E evite emprestar seus itens pessoais para outras pessoas, como roupas, sapatos e acessórios.

Micose: O que é, causas, sintomas, tratamentos caseiros, é contagioso?
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here