Fluoxetina: Para que serve, emagrece, efeitos colaterais, bula e mais!

0
0

Hoje falaremos sobre um dos remédios antidepressivos mais tomados pelos brasileiros atualmente, a Fluoxetina.


Saiba a seguir como ela funciona no organismo para ajudar no tratamento de doenças, seus efeitos de emagrecimento, se causa alterações no sono e muito mais informações.

Fluoxetina

O que é Fluoxetina?

Fluoxetina é um medicamento antidepressivo indicado para o tratamento de inúmeras doenças, desde ansiedade a bulimia nervosa. Seus nomes comerciais são: Prozac, Fluxene, Verotina ou Eufor, podendo estar disponível em forma de comprimidos ou gostas, em 10 mg ou 20 mg.

Para que serve Fluoxetina?

Este medicamento auxilia nos tratamentos de:

  • Depressão;
  • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC);
  • Bulimia nervosa;
  • Transtornos disfórico-menstruais;
  • Irritabilidade;
  • Dentre outros associados à ansiedade ou não.

Como funciona a Fluoxetina?

A Fluoxetina auxilia nessas doenças e transtornos agindo no cérebro e aumentando os níveis de serotonina, o hormônio que nos traz bem-estar.

Ela age quimicamente fazendo com que o paciente se sinta bem física e psicologicamente, com mais bem-estar, tranquilidade e satisfação emocional. Para cada condição de saúde uma dosagem é recomendada.

Benefícios da Fluoxetina

Se administrada quando há realmente uma necessidade e nas dosagens corretas, a fluoxetina traz muitos benefícios ao paciente:

  • Mais bem-estar físico e emocional;
  • Melhora a qualidade e controle do sono;
  • Traz mais energia para o dia a dia;
  • Melhora os níveis de atenção e concentração;
  • Em casos de sobrepeso relacionado à ansiedade, auxilia no emagrecimento;
  • É um dos antidepressivos que não causa dependência.

Efeitos colaterais da Fluoxetina

Não é incomum surgir alguns efeitos colaterais relacionados ao início do consumo de Fluoxetina, ou ainda com o consumo por longos tempos. O paciente pode sentir:

  • Falta de apetite ou alterações no paladar;
  • Náuseas;
  • Diarreias;
  • Prisão de ventre;
  • Boca seca;
  • Má digestão;
  • Distúrbios no sono;
  • Doses maiores do remédio também podem causar certa confusão ou afetar desempenho em algumas atividades, portanto recomenda-se não dirigir veículos nem operar máquinas durante o tratamento.

Fluoxetina emagrece?

Como você viu acima, um dos efeitos colaterais da Fluoxetina é a falta de apetite. Sendo assim, comendo menos a pessoa tende a ingerir menos calorias ao mesmo tempo em que aumenta seu bem-estar emocional.

A pessoa pode usar isso a seu favor se dedicando melhor aos exercícios físicos e controlando melhor a alimentação, emagrecendo com mais facilidade.

Além disso, com a diminuição da ansiedade, que é uma das maiores causas para as pessoas comerem em mais quantidade, a pessoa pode comer menos e controlar mais.

O risco é a pessoa se alimentar mal, com nutrientes incorretos nesse apetite limitado, e gastar calorias da forma incorreta, levando a uma piora no estado de saúde.

Esses são dois fatores que colaboram para o emagrecimento, mas não é o objetivo central da Fluoxetina e sim um efeito colateral não garantido para todas as pessoas. A Fluoxetina não tem efeito algum sobre queima de gordura ou inibição direta da fome.

Portanto, não é um remédio a ser tomado para esta finalidade de emagrecer, pois pode afetar a saúde em outras áreas e até mesmo nem causar perda de peso.

Fluoxetina dá sono?

Outra dúvida sobre a Fluoxetina é se ela altera o sono da pessoa. Esse também é um efeito colateral que varia de pessoa para pessoa.

Normalmente, as pessoas sofrem uma sonolência temporária assim que o medicamento começa a ser ministrado; já outras pessoas relatam casos de insônia.

O que pode ser dito é que sim, altera o seu ciclo de sono normal, mas pode ser em forma de sonolência ou insônia, temporário ou durante todo o tratamento.

Posologia: Como tomar Fluoxetina?

A dose geralmente recomendada pelos médicos é de 20 mg diariamente. Para casos mais graves, como bulimia nervosa, a dosagem médica recomendada pode chegar a 60 mg por dia.

A dosagem é regulada através da ingestão de comprimidos de 10 ou 20 mg ou em gotas, de 1 a 6 vezes por dia, depende do seu estado de saúde e indicações do médico. Não tome dosagem diferente da recomendada! E não se automedique sem prescrição médica.

Quais os miligramas (mg) de Fluoxetina?

Fluoxetina de 10 mg:

  • Depressão maior: 20 mg/dia: 2 cápsulas;
  • Síndromes ansio-depressivas: 20 mg/dia: 2 cápsulas;
  • Transtorno obsessivo-compulsivo: 20 a 60 mg/dia: 2 a 6 cápsulas;
  • Bulimia nervosa: 60 mg/dia: 6 cápsulas;
  • Obesidade: 60 mg/dia: 6 cápsulas.

Fluoxetina de 20 mg:

  • Depressão: 20 mg/dia como dose inicial;
  • Bulimia Nervosa: 60 mg/dia;
  • Transtorno Obsessivo-Compulsivo: 20 mg/dia a 60 mg/dia;
  • Transtorno Disfórico Pré-Menstrual: 20 mg/dia continuamente (durante todos os dias do ciclo menstrual) ou intermitentemente (com início 14 dias antes do início previsto da menstruação até o primeiro dia do fluxo menstrual.

Fluoxetina em gotas:

  •     Depressão Maior: 20 mg/dia (20 gotas por dia).
  •     Síndromes Ansio-depressivas: 20 mg/dia (20 gotas por dia) ou meia dose (10 gotas por dia).
  •     Transtorno Obsessivo-Compulsivo: 20 a 60 mg/dia (20 a 60 gotas por dia).
  •     Bulimia Nervosa: 60 mg/dia (60 gotas por dia).
  •     Obesidade: 60 mg/dia (60 gotas por dia).

Fonte: Bulário.

Bula da Fluoxetina

Veja a bula completa no link: https://www.bulario.com/fluoxetina/

Preço da Fluoxetina

O preço da Fluoxetina varia de acordo com o laboratório que produziu o medicamento, forma de apresentação e número de comprimidos por embalagem, de acordo com o tempo de tratamento de cada um. No geral, varia de R$5 a R$60 reais.

Fluoxetina: Para que serve, emagrece, efeitos colaterais, bula e mais!
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here