Efedrina: Efeitos e ação no emagrecimento

0
620

Hoje vamos falar de um medicamento polêmico utilizado de forma ilegal no mundo da musculação, a Efedrina. Falaremos dos seus efeitos como medicamento a princípio, restrições, uso no mundo esportivo e motivos de proibições pela Anvisa. Fique atento!

O que é a Efedrina?

Efedrina

Efedrina é um medicamento usado com fins médicos com efeito descongestionante e broncodilatador, como para o alívio temporário da falta de ar, aperto no peito, chiado, asma brônquica e algumas outras doenças respiratórias.

Ela reduz o inchaço e constrição dos vasos sanguíneos nasais, alarga também as vias respiratórias e permite facilidade em respirar. Também pode ser utilizada em vários outros casos, depende da determinação do médico.

Sobre seu uso no mundo esportivo há relatos de uso por atletas profissionais que sofreram sérias consequências e abriram portar para uso de leigos, fazendo com que muita gente corra risco tentando usar isso voltada para o emagrecimento. Logo mais falaremos melhor num tópico neste mesmo artigo.

Restrições para uso de Efedrina

Unicamente só pode ser utilizado e adquirido de acordo com uma determinação médica, mas o medicamento em si já vem com várias restrições e contraindicações em sua bula, tais como:

  • Alérgicos ao medicamento ou a outra substância nele contido não devem fazer uso;
  • Quem nunca teve diagnóstico de asma, ou já teve, mas usa outros medicamentos, ou até mesmo já foi hospitalizado por conta dessa doença, não deve fazer uso também;
  • Cuidado também com a compatibilidade deste com outros medicamentos como um inibidor da monoamina oxidase (MAO), por exemplo;
  • Pessoas que têm também pressão alta, doenças cardiovasculares, batimentos irregulares mesmo que não considerado doença, doenças na tireoide, diabetes, dificuldade em urinar por motivos de alargamento da próstata ou outros problemas graves de saúde.

Mesmo não encontrando seu caso específico de situação de saúde nessa lista acima, é importante contatar um médico ou profissional da saúde antes de usar a Efedrina.

Efeitos colaterais da Efedrina

Basicamente todo medicamento forte desse tipo direcionado a tratar doenças pode trazer efeitos colaterais. No caso da Efedrina não é diferente. Conheça alguns efeitos primários e secundários colaterais do medicamento em questão:

Primários: Tontura; dor de cabeça; náuseas; vômito; nervosismo; tremores; perda ou diminuição do apetite; inquietações; insônia e sono inquieto; irritação no estômago e até intestino; dentre outras.

Secundários: Reações alérgicas ao produto, que podem vir seguidas de urticária, dificuldade de respirar, aperto no peito, sensação de sufocamento, inchaço da mucosa (boca, face, lábios ou língua); dificuldade para urinar; entre outros.

Procure um médico imediatamente caso ocorrer qualquer um desses efeitos descritos.

Efedrina e o emagrecimento

Finalmente o temido tópico sobre a “teoria” de a Efedrina ser eficaz com o processo de emagrecimento e perda de gordura para quem pratica musculação. Apesar de ter esses efeitos bastante fortes no organismo, a resposta é não, galera, a Efedrina não é nenhum pouco eficiente nem muito menos recomendada para esse tipo de tratamento.

Muitos confundem a Efedrina com um termogênico, aqueles suplementos que aceleram o metabolismo acelerando emagrecimento.

A questão é que sim, a efedrina aumenta a temperatura interna corporal, e ao contrair os vasos sanguíneos pela alta temperatura, o corpo precisa de mais energia para bombear o sangue. Mas esse simples aumento de temperatura não garante efeito de lipólise.

Em 2006, um lutador de MMA relatou esse tipo de efeito termogênico, pois ele consumia a Efedrina para fins de manutenção do peso e como estimulante energético. Na mesma época, o lutador relatou vários efeitos colaterais como palpitações, insônia e tremores pelo corpo todo, além de fortes dores abdominais.

Em seguida, ele foi em busca de tratamento, fazendo vários exames relacionados a doenças cardiovasculares e, mesmo não sendo encontrada nenhuma alteração que pudesse colocar sua vida em risco, o paciente mais à frente sofreu um infarto do miocárdio e tudo indica que foi devido ao uso da Efedrina para essas finalidades.

Confira dois posts falando absolutamente tudo sobre termogênicos naturais e quimicos e entenda mais sobre o assunto

Combinação perigosa: ECA

Além do consumo incerto da efedrina, ainda existe a combinação “termogênica” chamada ECA composta por: Efedrina, Cafeína e Aspirina. Algo tão potencial de energia assim oferece um potencial perigo também, com certeza.

No trio, a Aspirina é utilizada para suavizar os efeitos colaterais, provocados já pelos outros dois “ingredientes”. Não existem nenhum estudo que comprove a eficácia dessa “bomba termogênica” nem nenhum médico recomenda a nenhum paciente.

Considerações finais sobre a Efedrina

Apenas saiba que existem muitos outros meios de emagrecer muito mais seguros e nada prejudiciais à saúde.

Emagrecer não tem que ser um processo mecânico, de tomar um remédio e emagrecer apenas; e sim um conceito muito mais profundo que ocasiona a mudança de hábitos na alimentação, em exercícios físicos, suplementação adequada e na quantidade certa, dentre outros pontos que apenas agregam à sua saúde e bem-estar. Bons treinos!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este artigo)
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here