Cafeína: Conheça os Efeitos, Para que serve? Faz mal? Emagrece? Saiba!

0
2

Afinal de contas, a cafeína é um amigo ou terrível inimigo da saúde? No texto de hoje, falaremos sobre os efeitos positivos e negativos que este estimulante pode ter sobre nossa saúde, além de dicas de consumo saudável da cafeína. Siga na leitura!


Cafeína

Para que serve a cafeína? Quais os efeitos?

Encontrada comumente em cafés, bebidas compostas por cacau, refrigerantes de cola, alguns tipos de chá e energéticos, a cafeína é uma das substâncias mais antigas consumidas pelo homem.

Seu consumo está quase sempre relacionado ao ganho de disposição, desde uma ajudinha extra para “acordar” pela manhã a ter mais pique nos exercícios físicos.

Isso acontece porque a cafeína é absorvida e metabolizada rapidamente pelo organismo e bloqueia o efeito da adenosina, um neurotransmissor que nos faz sentir cansados. Em resumo, a cafeína serve para nos deixar mais despertos, em alerta e com mais adrenalina no sangue!

Benefícios

Em doses equilibradas e para pessoas que possam tomar cafeína, a substância apresenta os seguintes benefícios:

  • Induz o bom humor e bem-estar;
  • Melhora as funções cerebrais, nos deixando mais alertas;
  • Desintoxica o fígado;
  • Estimula o crescimento do cabelo, tanto quando ingerido quando absorvida pela couro cabeludo (presente em muitos cosméticos e produtos naturais para cabelos);
  • Redução de sintomas de doenças neurológicas como Parkinson e Alzheimer;
  • Auxilia na perda de peso, acelerando o metabolismo e pique para exercícios físicas em 50%;
  • Reduz risco de doenças cardíacas, de diabetes do tipo 2 e ainda protege mulheres de doenças de pele.

O que o excesso de cafeína pode causar?

Além de todos os benefícios citados acima, ela pode ser prejudicial à saúde simplesmente por causa do excesso de sua dose.

Dentre os efeitos secundários principais da substância podemos citar aumento de batimentos cardíacos, aumento de pressão, nervosismo, agitação, refluxo, úlceras, ansiedade, espasmos musculares, confusão mental, distúrbios gastrointestinais, desidratação, insônia, dores de cabeça e vício.

Nos casos mais graves e de demasiado consumo, a pessoa pode ainda ter intoxicação por ela, tendo convulsões e entrando até mesmo em coma, e pode até mesmo acontecer casos de morte por conta de overdose da cafeína. Estes casos, em altíssimas doses, não são causados por cafezinhos no cotidiano e sim por suplementação exagerada de produtos com cafeína.

Quanto tem de cafeína em uma xícara de café?

Uma xícara de 150 ml de café tem, em média, de 60 mg a 150 mg, variando de acordo com a quantidade de café utilizada para ser feito.

Segundo pesquisas, o consumo diário seguro indicado para adultos que não tenham sensibilidade à cafeína é de no máximo 400 mg por dia, ou cerca de 6 mg da substância a cada quilo do peso de cada pessoa.

xícara de café

Em adolescentes, a quantidade máxima recomendada é de até 100 mg; para crianças, é um tipo de bebida proibida.

Cerca de 500 a 600 mg de cafeína, equivalente a 225 ml, diariamente já é considerado uma quantidade exagerada. Já quando chega a 10 g, esta quantidade pode ser considerada letal!

3 dúvidas sobre cafeína:

Cafeína emagrece?

Cafeína é uma substância que diminui o apetite e traz mais saciedade, por isso é um ativo tão utilizado em suplementos com foco em emagrecimento.

Além disso, com o aumento do ganho de energia e aceleramento no metabolismo, a pessoa tende a se dedicar mais nos exercícios físicos e obtém maior queima calórica. Então sim, cafeína ajuda muito na perda de peso!

Cafeína faz mal?

Se você não tem naturalmente sensibilidade à cafeína, não, ela não faz mal. Ela somente é prejudicial quando consumida em excesso.

É justamente o erro da dose diária para mais que traz todos os sintomas como peito acelerado, dores de cabeça, insônia e todos os outros malefícios.

Cafeína vicia?

Esse é um dos maiores mitos sobre cafeína. Ninguém ficado viciado em cafeína. O que pode acontecer é, quando o consumo regular café é interrompido de forma brusca, algumas pessoas voltam ao normal o ritmo do sistema nervoso, o que pode causar dores de cabeça, fadiga ou sonolência.

A solução para quem deseja parar de ingerir cafeína diariamente é ir parando aos poucos, assim evita-se esses sintomas que parecem de abstinência, mas não são!

Como consumir cafeína?

Café

O tradicional café diariamente te ajuda a absorver boas quantidades da cafeína. O ideal é não consumir mais do que 4 xícaras por dia; evitar adicionar cremes, chantilly e açúcar branco, usando mascavo no lugar; não substituir suas refeições por café para “enganar” a barriga; nem tomar junto com antidepressivos ou junto com cigarro.

Peça conselhos ao seu médico nutricionista sobre como tomar café corretamente!

Suplemento em cápsulas

É uma forma prática de ingerir cafeína diariamente, obtendo de forma rápida o efeito termogênico, com mais energia para o treino e melhora em desempenho atlético nos exercícios.

Em média, em menos de 30 minutos o efeito inicia, durando até 4 horas. Podemos encontrar muitas marcas de suplementos de cafeína no mercado. Escolha aquela com melhor custo-benefício, de preferência indicado por um nutricionista.

Suplemento em pó

Outra forma que a cafeína pode ser consumida, de um jeito ainda mais prático, é em seu formato em pó. É mais comum de ser encontrado em lojas internacionais online, mas pesquisando bem pode ser encontrado à venda no Brasil. O produto promete uma absorção e ação ainda mais rápida no organismo, em cerca de 5 minutos.

Cafeína: Conheça os Efeitos, Para que serve? Faz mal? Emagrece? Saiba!
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here